SERÁ QUE DEUS SE IMPORTA COMIGO?

SERÁ QUE DEUS SE IMPORTA COMIGO?

Mensagem de Jennifer Hoffman
13 de Fevereiro de 2018.

Dia dos Namorados, Eclipse e o Ano Novo Chinês – todos os três eventos estão acontecendo nesta semana, assim, há muito ocorrendo. Mas estamos acostumados com isto e podemos lidar com isto e muito mais.

Estes são tempos de grande expansão de energia, assim mais energia está fluindo no planeta, enquanto estamos sendo desafiados a expandir a energia de grandes maneiras. Uma das maneiras que fazemos isto é criando o sucesso, a alegria, o amor e a prosperidade em nossas próprias vidas. E, às vezes, é mais fácil dizer do que fazer.

O artigo desta semana é de um comentário de um leitor que pergunta se Deus se importa se estamos magoados, confusos, traumatizados, assustados e oprimidos quando parece que não obtemos nenhuma ajuda ou apoio. Você pode ler o comentário completo no artigo desta semana.

A escritora responsabiliza a todos pelos seus problemas e acha que tudo é culpa do professor, do sistema, da ascensão, do Universo e da sociedade em geral. Mas a verdadeira questão é o que muitos estão enfrentando hoje, colocando a cura em ação.

Sim, Deus se importa, mas como eu, muitas vezes, compartilhei com você “O Universo trabalha com você, não para você.” Estamos conectados a um universo benevolente, mas isto não significa que recebemos um passeio de limousine para a ascensão, a menos que estejamos dispostos a nos sentar no banco do motorista.

Deus se importa conosco quando estamos com medo, solitários, sozinhos e sofrendo?

A breve resposta é sim, mas isto não se manifesta de maneiras que achamos que são úteis durante os nossos dias mais sombrios, especialmente quando clamamos por ajuda e recebemos total silêncio.

Encontrei este comentário enquanto lia alguns artigos antigos e embora eu pudesse me simpatizar com a escritora que sentia que Deus não se importava se ela sofria, porque ela não estava recebendo qualquer ajuda para mudar a situação de sua vida. Eu também notei quanta culpa ela estava colocando em tudo porque a sua vida não estava avançando.

Quantas vezes choramos e nos rebelamos com o Universo porque nada está mudando, esquecendo-nos de que somos energeticamente soberanos, que o estado de nossa realidade é nossa responsabilidade, e que temos que colocar em ação a nossa cura.

Não precisamos de permissão para agir, mas precisamos agir, começando com o nosso sistema de crenças, a fim de criarmos a realidade satisfatória, alegre e amorosa que desejamos ter.

Aqui está o comentário:

“Eu não compreendo o que eu acredito ser uma lógica circular que, essencialmente, lê: “Deus não se importa com o quanto você esteja magoado e Ele fez tudo tão complicado que você não consegue manifestar o que deseja.” Ao longo da mais profunda dedicação e meditações, eu nunca fui capaz de manifestar nada, sob qualquer condição. Embora eu sempre possa localizar os meus medos, eu não tenho a mais vaga ideia de como liberá-los. Há muito eu suspeitei de que todo o “processo” da ascensão é concluído nos níveis subconscientes. 

Por que o Universo não surge e diz: “Você irá sofrer terrivelmente e não há nada que você possa fazer em relação a isto”. Se as energias devem ser experienciadas antes que você possa se livrar delas, então, por que não dizer isto? Parece que Deus não se importa se você enlouquece no processo. Estou cansada de ouvir que Tudo é Perfeito e que não estou realmente sofrendo terrivelmente. Eu apenas acho que estou. Estão inclinados a pensar que se eu não aprendi o que preciso para me curar até agora, talvez, seja porque o professor seja ineficaz. Eu não poderia ter colocado mais esforço em me curar e, no entanto… nada.”

Depois de ler isto, lembrei-me de um período em minha vida em que estava desempregada, sem dinheiro e dormia em um colchão no chão do apartamento de uma amiga e eu me perguntava como tinha terminado lá. Eu era uma mulher inteligente, educada, experiente e profissional – O que acontecera em minha vida?

Eu clamava à Deus todas as noites, mergulhada no medo e na frustração, dizendo à Deus que ele estava fazendo uma bagunça de minha vida e que eu apenas queria retornar ao Lar. Então, eu acordava todas as manhãs e dizia: “Que droga! Eu ainda estou aqui!” Eu fiz isto todas as noites e manhãs durante seis meses porque eu acreditava que a única maneira de resolver os meus problemas era morrer durante a noite, tranquilamente e sem dor.

Embora eu estivesse perturbada com a minha situação, eu estava ainda mais perturbada por Deus não estar me respondendo em meu momento de necessidade. Fui uma boa pessoa, será que não merecia algum alívio? Por que havia um total silêncio em meu momento de extrema necessidade?

Recebi a minha resposta em um sonho em que eu fui ao escritório de Deus e reclamei sobre a minha situação e ele respondeu me colocando na “sala de espera” até que eu pudesse descobrir que eu tinha o poder verdadeiro em minha vida. Foi um sonho tão perturbador que eu acordei chorando, com a certeza de que Deus tinha me abandonado totalmente.

Então, o que está acontecendo quando as nossas vidas ficam de cabeça para baixo e não conseguimos descobrir o que fazer? Será que Deus se importa, e como sabemos se nunca recebemos qualquer apoio ou ajuda?

Esta é uma pergunta que realmente não podemos e nem devemos fazer, embora seja a primeira em que pensamos. É impossível estarmos separados de nossa conexão divina, mas isto não nos dá uma jornada desobstruída. A soberania energética exige duas coisas: Crença e Ação.

A escritora afirmou que “Através da mais profunda dedicação e meditação, eu não consigo manifestar nada.”, e ela está certa porque a Lei da Ação, uma lei universal afirma que devemos agir a fim de manifestarmos. Se desejamos criar a nossa realidade, estaríamos todos em um lugar bem diferente, mas não é assim que o processo funciona.

Embora a meditação seja ótima para encontrar a voz interior, é a nossa disposição de parar de nos envolver nos ciclos de cura até que sejamos “perfeitos” e começarmos a agir para ver o que é possível, que desbloqueia o nosso potencial e cria a transformação em nossas vidas.

A Crença é o filtro através do qual a energia universal é traduzida. Nossas crenças são refletidas em nossa realidade. Se estamos sem dinheiro, sem casa e vivendo a beira do desastre, isto não é Deus em ação. São as nossas crenças operando. Se estamos prontos para ter uma vida mais feliz e mais gratificante, precisamos colocar as novas crenças no lugar, o que irá filtrar a energia de uma maneira mais positiva e benéfica.

Podemos encontrar o empoderamento ao sermos Curadores Martirizados, reclamando diariamente sobre como as coisas estão ruins? Isto apenas continua a energia nesta direção.

O que esta escritora está dizendo é que ela tem tanto medo de criar uma realidade que seja cheia de alegria, de amor e de paz, que ela preferiria estar em guerra com ela mesma e permanecer na culpa e na vergonha. Você percebeu que ela culpa a todos, incluindo os professores, pela sua situação?

Isto é como preparar uma maravilhosa refeição e nunca se sentar à mesa para saboreá-la. Não podemos esperar que alguém ou algo nos alimente à mesa de nossas bênçãos. Temos que estar dispostos a nos alimentarmos, pegarmos o nosso garfo e começarmos a comer.

Meu conselho para esta escritora é que pare com a parte da piedade e examine o seu próprio coração. Como é a sua vida quando ela não está triste, com medo ou sofrendo? Ela não tem ideia e tem muito medo de tentar, mas até que ela o faça, ela nunca sairá dos ciclos de cura que ela criou para impedir que ela avançasse em sua vida.

Esta é uma escolha difícil quando o empoderamento de alguém está envolvido em torno do seu sofrimento. Eu estive lá uma vez e tive muito com o que reclamar, incluindo ficar paralisada por uma vacina e ser incapaz de me movimentar ou de andar durante os 5 anos de minha infância.

Embora eu tenha me curado da paralisia e, eventualmente, andasse novamente, a consciência de vítima que a experiência criou levou décadas para ser curada. Tive que compreender que compartilhar a história do meu sofrimento era criar uma realidade de sofrimento e o que eu mais temia era ser bem sucedida, feliz e satisfeita, e que perdi tudo isto em um momento, que é o que aconteceu com a paralisia.

Chame a isto como queira – conquista, superação, liberação, resistência ou cura de seu medo – é uma escolha de passar de vítima para vencedor, de uma pessoa triste, temerosa e irritada para ter uma oportunidade de alegria, empoderamento, liberdade e paz. O custo desta escolha é se ver livre do medo e viver uma vida gratificante.

Mas se você se considerar como uma vítima, precisará de muito esforço para encontrar uma nova fonte de capacitação, que seja verdadeiramente empoderada, edificante e satisfatória, sem ter o medo de arriscar um fracasso e a infelicidade a longo prazo e o sucesso e a alegria a curto prazo.

Será que você pode transcender a sua história de vítima para criar uma realidade mais empoderada?

É apenas um passo, da escuridão do desespero, para a luz da verdade de quem você é, uma centelha poderosa de divindade, a luz da Fonte em ação que permitirá que a mudança se torne possível.

É um desafio que todos enfrentamos hoje e é um grande salto em nossa própria soberania energética, mas é o próximo ponto decisivo neste ciclo de ascensão, enquanto continuamos através do processo da integração 3D/5D, criando o nosso céu pessoal na Terra e expandindo esta luz no mundo.

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
Formatação – DE CORAÇÃO A CORAÇÃO
http://www.decoracaoacoracao.blog.br
https://lecocq.wordpress.com
http://enlighteninglife.com
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Grata Regina!

LUZ!
STELA

Source: De Coração a Coração